Shopping Cart
tipos-de-investimentos-financeiros

Tipos de Investimentos Financeiros: Guia Simplificado

Para você que deseja desenvolver o hábito de investir, aqui está um guia simplificado sobre os principais tipos de investimentos financeiros.

Muitas pessoas têm buscado saber mais sobre investimentos para construir um futuro melhor. Mas na verdade, poucas sabem quais são os principais tipos de investimentos financeiros.

E a cada dia que passa, é mais fácil encontrar várias notícias e recomendações sobre investimentos.

  • Um sinal de que o hábito de investir vem ganhando força entre os brasileiros.

Até porque, desde o começo da pandemia, a população sentiu na pele a importância de ter uma reserva financeira.

Neste ponto, o hábito de investir é essencial para fazer essa reserva render, e assim, garantir um futuro mais tranquilo para lidar com qualquer adversidade. 

Mas você sabe quais são os principais tipos de investimentos? 

Bom, este artigo vai te ajudar a ficar um pouco mais por dentro deste mundo.

Porque é importante saber investir?

Entender os benefícios de começar a investir no seu futuro hoje é o que faz toda a diferença.

Afinal, você também tem metas financeiras que deseja alcançar e sonhos que deseja conquistar, não é?!

Contudo, em todos os casos, se programar com antecedência é a melhor alternativa para viver em uma realidade tranquila e bem sucedida.

Já imaginou não precisar depender mais do seu esforço para ter uma fonte de pagamento?

Ou então ter uma reserva capaz de cobrir qualquer imprevisto – e assim, não precisar recorrer a empréstimos de banco com taxas abusivas?

Em resumo, aprender a investir é um ótimo caminho para você…

  • Construir seus sonhos
  • Conquistar sua independência financeira e viver de renda
  • Ter uma reserva para qualquer emergência

“Mas existe uma idade certa para investir?”

Na verdade, a melhor hora para começar a investir é agora!

Independente da idade, estado civil, localidade ou rendimentos, hoje é o melhor momento para você criar o hábito de investir.

Apesar de ser meio complicada no início, esta tarefa vai te ajudar a desenvolver a habilidade e hábito de de investir – o que é ótimo para o seu futuro.

  • A diferença é que, com o hábito de investir, você passa a garantir um futuro financeiro muito melhor.

Mas neste caso, ter um bom planejamento financeiro é essencial para você se programar todo mês para aplicar uma parte do seu salário.

Para isso, estude bem o seu orçamento e tente equilibrar suas finanças para investir nos seus sonhos.

Pesquise também sobre Educação Financeira, Renda Fixa e Renda Variável, para saber qual caminho é o ideal para você seguir no mundo dos investimentos.

O que é renda fixa?

Renda Fixa é o tipo de investimento que estabelece com antecedência qual vai ser a rentabilidade dos seus investimentos ao longo do tempo.

Ou seja, ao aplicar o seu dinheiro, você sabe exatamente quanto irá render ao longo dos meses.

Por ter um risco baixo, esse tipo de operação é a que mais oferece segurança para você – principalmente se for investidor iniciante.

Além disso, quem investe em renda fixa tem a segurança garantida pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

  • O FGC gerencia mecanismos de proteção aos investidores que, em caso de falência, intervenção ou liquidação das instituições financeiras, conseguem recuperar até R$250 mil em depósitos ou créditos. 

O que é renda variável? 

Já a Renda Variável é todo tipo de investimento que não garante nem um ganho fixo nem a devolução do total que foi aplicado – podendo variar para mais ou para menos. 

Neste caso, o investidor pode ganhar ou perder dinheiro porque o valor do ativo (ações ou ouro, por exemplo) sobe ou cai durante o período investido.

Agora me conta: com qual das 2 opções de renda acima você se identificou mais?

Bom, antes de você responder a essa pergunta, deixa eu te apresentar logo os 6 principais tipos de investimentos financeiros.

6 Tipos de Investimentos Financeiros

1 – Caderneta de poupança

Esta é a modalidade de investimento mais conhecida (e mais velha) desta lista.

Criada em 1861, a famosa Poupança já teve tempos de ouro onde chegou a incrível rentabilidade de mais de 50%.

Entretanto, já faz certo tempo que ela se encontra em baixa.

Atualmente, a poupança é um investimento pouco atrativo – mal sendo suficiente para bater a inflação.

Portanto, a sua maior vantagem hoje é a simplicidade, pois pode ser administrada em conjunto com sua conta corrente.

2 – Tesouro Direto 

Já o Tesouro Direto consiste na compra de títulos públicos emitidos pelo Governo Federal.

A vantagem de investir aqui está nos diferentes prazos e rentabilidades oferecidos, além do baixo aporte (contribuição) inicial exigido.

Portanto, é uma boa opção para você montar uma carteira de investimentos diversificada ou até mesmo construir sua reserva financeira de emergência.

Você ainda pode adquirir títulos com rentabilidade atrelada a diferentes indicadores financeiros, como a Selic e o IPCA.

Além disso, por oferecer muita segurança e boa liquidez, este investimento é muito buscado por investidores mais conservadores, que buscam por exemplo criar uma reserva financeira.

3 – CDB – Certificado de Depósito Bancário

Ao contrário dos títulos públicos, os CDBs são emitidos por instituições financeiras privadas (bancos e cooperativas).

Neste caso, as instituições vão arrecadar os recursos arrecadados para financiar suas atividades.

Enquanto isso, como investidor você vive a perspectiva de receber de volta o valor investido corrigido com juros no futuro.

Os retornos dos CDBs também são atrelados por indicadores financeiros como o CDI – que apresenta rendimentos bem melhores do que a poupança.

4 – Letras de Crédito (LC’s)

Agora, se você quer começar investindo uma quantia maior, as Letras de Créditos Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) são títulos super indicados.

  • Este tipo de investimento costuma exigir aportes iniciais que variam entre R$1 mil e R$5 mil, dependendo da instituição.

Além disso, é também uma boa alternativa para você que tem planos de médio a longo prazo.

Isso porque a rentabilidade só é garantida quando você fizer o resgate no vencimento dos papéis. 

Portanto, você vai precisar desenvolver um bom planejamento para se assegurar de que a quantia investida não fará falta durante a vigência do contrato.

Os investimentos em LCI e LCA também são cobertos pelo FGC, dando uma garantia adicional de segurança.

Outro destaque é a isenção de cobrança de Imposto de Renda, que torna o investimento mais vantajoso e fácil de ser administrado.

5 – Fundos de Renda Fixa

Os fundos de investimento funcionam como uma cesta composta por vários ativos.

Com isso, você tem acesso a uma grande variedade de produtos financeiros, de forma simplificada – bastando apenas aplicar no fundo escolhido.

Mas se você ainda não tem grande afinidade com esse tipo de investimento, o ideal é começar optando pelos fundos de renda fixa. 

Eles são compostos principalmente por ativos de alta segurança e rentabilidade garantida, além de permitirem uma interessante diversificação da carteira de investimentos.

Além disso, os fundos são negociados por meio de cotas – que apresenta boa liquidez e rendimentos atrativos.

6 – Debêntures

Debêntures são os títulos de dívidas emitidos por empresas privadas para garantir a manutenção de suas atividades. 

Por isso, sua dinâmica de funcionamento é semelhante à dos CDBs e dos títulos públicos.

O que significa que, ao final do contrato, você pode resgatar os valores investidos somados ao rendimento estipulado no momento da compra.

Entretanto, você precisa considerar os prazos nesse tipo de aplicação, já que a liquidez ocorre apenas no momento do vencimento dos títulos.

Além disso, como em qualquer título de renda fixa, a rentabilidade de uma debênture dependerá da taxa de juros do país (Taxa Selic) – quanto maior ela for, maior também deve ser o seu rendimento.

Qual dos tipos de investimentos financeiros é melhor para mim?”

Para entender qual é o melhor investimento a se fazer, você precisa primeiro avaliar que tipo de investidor é você.

  • Conservador, Moderado ou Arrojado

Além disso, é importante ter clareza sobre os seus objetivos financeiros – o que vai te ajudar a definir o melhor prazo para seus investimentos.

Organize suas finanças e investimentos com nossa Planilha de Controle FInanceiro Pessoal 2.0

Um bom planejamento financeiro é essencial para quem deseja guardar dinheiro e conquistar metas simples ou grandes sonhos financeiros.

E com esta planilha de alta qualidade, você pode facilmente…

  • Ter plena organização das contas da casa
  • Assegurar que você não gaste o dinheiro que não tem
  • Quitar dívidas e se preparar para emergências financeiras
  • Programar uma aposentadoria mais tranquila
  • Identificar maus hábitos de consumo

Você ainda pode usá-la para o controle do orçamento familiar e para o controle financeiro empresarial.

Clique aqui e experimente agora mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dashboards profissionais

15 anos de experiência

Vendedores selecionados

Produtos de alta qualidade

Checkout 100% seguro

Mercado Pago checkout