Digamos que sua empresa decidiu investir em um novo design de site para melhorar a geração de leads, e você é responsável por gerenciar o projeto. 

Naturalmente, uma das primeiras perguntas que você tem é: “Quanto isso vai custar?”. A resposta, claro, é: “depende”. Você está simplesmente mudando para um novo modelo e adicionando alguns novos CTAs ou está migrando todo o site para uma nova plataforma?

Se ao menos houvesse uma maneira de organizar suas respostas para todas essas perguntas – um local onde você poderia inserir os custos estimados e comparar o orçamento de marketing projetado com o que realmente acaba gastando – tudo ficaria mais fácil.

Se você é uma empresa de pequeno porte, pode se perguntar com quais despesas de marketing deve começar. Se você tem um grande negócio, ter várias equipes ou operações de marketing em jogo pode dificultar a garantia de que todos no departamento obtenham o que precisam.

Ao criar um orçamento de marketing, aqui estão alguns itens que você deve ter em mente ao planejar seus gastos:

Software: quando se trata de mídia digital e até de impressão, você pode precisar de software para criar suas campanhas de marketing ou gerenciar seus processos diários.

Freelancers: se você tem uma campanha temporária ou deseja testar uma nova estratégia de marketing, pode contratar um freelancer de curto prazo antes de iniciar um cronômetro completo.

Novo pessoal: ao contratar funcionários em período integral, você deverá orçar os custos, incluindo o computador, a tecnologia, os benefícios e as necessidades relacionadas à integração.

Publicidade: calcule quanto dinheiro você gasta em oportunidades pagas, como anúncios físicos, conteúdo patrocinado, anúncios em mecanismos de pesquisa e promoções em mídias sociais.

Criação de conteúdo: ao criar conteúdo como vídeos, fotos ou até postagens de blog, você precisará dedicar um tempo pago. Calcule quanto dinheiro será gasto na criação desse conteúdo para que você possa ajustar adequadamente com base no retorno do investimento.

  1. Conheça a jornada do seu usuário

A jornada é a etapa que seu público-alvo realiza à medida que ele vai da descoberta à compra. Conhecer esse trajeto permite que você entenda como seu público interage com seu marketing – e onde definir suas metas e orçamento para alcançar melhor seus clientes.

Faça a si mesmo estas perguntas ao definir a jornada do seu comprador:

  • Como seus leads e clientes normalmente descobrem seus produtos?
  • O que eles precisam saber antes de fazer uma compra?
  • Quantas visitas ao site você tem por mês?
  • Quantos leads você está gerando por mês e quantos deles são convertidos em clientes pagantes?
  • Qual é o custo de gerar novos leads e convertê-los em clientes?
  • Qual é o valor/receita de cada lead?

Esse processo deve indicar quais são as táticas de marketing (incluindo as que não estão funcionando), para alterar o que for necessário e poder focar melhor seu orçamento.

  1. Alinhe seu orçamento com seus objetivos de marketing

O que você gasta e onde gasta dependerá do que você está tentando realizar. Portanto, ao criar seu orçamento de marketing, verifique se você está gastando apenas dinheiro com as coisas exigidas pelos seus objetivos de marketing atuais – objetivos definidos com base no seu público-alvo e na jornada do possível cliente em potencial. Estes podem incluir:

  • Exibir anúncios para promover um novo produto que você está lançando;
  • Publicações de mídia social patrocinadas para gerar seguidores em sua página do Facebook/Instagram;
  • Anúncios pagos de mecanismo de pesquisa para direcionar tráfego (e compras) para uma página de produto específica;
  • Contratar influenciadores digitais para obter mais tráfego de pesquisa orgânica no site da sua empresa.
  1. Cuidado com os gastos ocultos

Uma das grandes vantagens de ter e manter uma planilha de orçamento é que ela ajuda a evitar alguns surtos de final de trimestre ou de final de ano, como: “No que foi que eu gastei todo esse tempo e dinheiro, hein?”.

Em muitos casos, custos imprevistos podem forçar os profissionais de marketing a gastar dinheiro que não planejavam gastar. O marketing de produtos oferece um exemplo perfeito. É fácil esquecer que o marketing bem-sucedido de seus produtos e serviços requer mais do que apenas promoção.

Outra área de foco a ser lembrada é a reserva de recursos para realizar pesquisas e testes de mensagens muito antes do produto chegar ao mercado. É essencial ter conversas com os clientes sobre os pontos problemáticos que seu produto resolverá no final. para moldar as mensagens e ter um lançamento bem-sucedido.

  1. Lembre-se de onde estão suas prioridades

O marketing está repleto de complementos e extras, upsells e versões “premium”. Uma das melhores maneiras de avaliar o que é bom ter versus o que é absolutamente necessário é organizar todas as suas despesas.

Mantendo o controle de onde seu orçamento está sendo alocado e verificando os gastos com os resultados que você está obtendo, será muito mais fácil descobrir o que deve continuar recebendo o orçamento e o que deve ser descartado.

Conclusão

À medida que você trabalha com seu orçamento de marketing, linha por linha, fica mais claro o que você pode pagar, de acordo com suas prioridades. Avalie seu orçamento de marketing trimestral e anualmente para ver se suas projeções estão alinhadas com seus gastos reais. Ao monitorar seus custos de marketing e refinar seus esforços, você poderá gerar orçamentos mais precisos com o passar do tempo.

Para ajudar você nesse processo, criamos um modelo de orçamento que é uma planilha do Excel em vários idiomas, desenvolvido para ajudar você a gerenciar o orçamento de marketing da sua empresa. 

Ele permite controlar seu orçamento e despesas por categoria, incluindo mídias sociais, marketing na web, marketing de conteúdo, pesquisa, marketing local, relações públicas e outros.

Acompanhe suas despesas mensalmente e compare com seu orçamento estimado. Use nossos relatórios para visualizar e seguir seu orçamento para evitar surpresas desagradáveis. 

Tire o máximo proveito do seu marketing!